Github

Gestores conhecem a dojot para uso em Internet das Coisas em evento de Vinhedo

4 Razões para adotar uma plataforma IoT “Open Source”
10 de outubro de 2017
Plataforma dojot rende prêmio de inovação ao CPqD
11 de outubro de 2017

A dojot foi apresentada para prefeitos, gestores e vereadores no final de Setembro (28/09) que participaram do I Fórum de Cidades Digitais do Leste Paulista, a primeira plataforma com código aberto desenvolvida nacionalmente para aplicação de Internet das Coisas.

A plataforma recentemente lançada, está disponível para uso e pode contribuir com o planejamento estratégico dos municípios, impulsionando as atividades nas Cidades Inteligentes, Indústria e Agricultura, segundo Juliano João Bazzo – Coordenador de IoT do CPqD.

Para ele, a Internet das Coisas poderá causar na vida das pessoas o mesmo impacto que aconteceu com a Internet no final dos anos 90, agora através de conexões entre máquinas. Ainda citando os benefícios da plataforma, Bazzo utilizou como exemplo a área da saúde. “Na área da saúde, por exemplo, nossas condições clínicas poderão ser monitoradas com sensores vestíveis e antecipando várias doenças. O poder público municipal tem um papel fundamental para criar um ambiente para que empresas possam explorar negócios de IoT em nossas cidades, através de arquiteturas e modelos de contratação que favoreçam a sociedade, a economia compartilhada, a abertura dos dados, a criação de startups, entre vários outros aspectos”, disse ele.

Fórum de Cidades Digitais

O foco do I Fórum de Cidades Digitais do Leste Paulista, que aconteceu no dia 28 de Setembro, na cidade de Vinhedo – SP, foi o uso da tecnologia no aprimoramento dos serviços públicos. No encontro, foi possível observar modelos em andamento em alguns municípios, soluções de mercado e políticas do Governo Federal. O encontro teve a parceria entre a Prefeitura de Vinhedo e a Rede Cidade Digital (RCD). Contou também com o patrocínio máster da Mitra Sistemas, ouro da Exati Tecnologia, prata da ENW e apoio do Intercity Hotéis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *