Github

Plataforma dojot será integrada à rede pública de conectividade com tecnologia Sigfox

Plataforma dojot rende prêmio de inovação ao CPqD
11 de outubro de 2017
2ª Rodada – Programa de Investimento em Startups Inovadoras da FINESP.
28 de novembro de 2017

A plataforma aberta dojot será integrada a recente rede pública nacional da WND dedicada ao IoT com tecnologia Sigfox. Isso é um desdobramento da parceria entre o CPqD e a WND. Com infraestrutura de baixo custo e arquitetura otimizada para envio de mensagens curtas pelos dispositivos conectados, a nova parceria tem como objetivo principal acelerar o desenvolvimento de soluções que utilizem Internet das Coisas (IoT – Internet of Things), além de fomentar o uso de redes dedicadas a essas aplicações.

O acordo prevê o trabalho cooperado entre as duas organizações. A WND fornecerá a cobertura necessária com tecnologia Sigfox ao Parque Tecnológico CPqD, onde as soluções desenvolvidas serão validadas, em um ambiente de experimentação real, assim como proverá o fornecimento de kits de desenvolvimento pré-conectados e dispositivos baseados nessa tecnologia para uso da rede Sigfox, presente atualmente em 34 países.

Ao CPqD caberá o importante papel de realizar o desenvolvimento de aplicações e dispositivos IoT para esse padrão de conectividade, por meio da integração da dojot ao backend da Sigfox. “Os recursos da dojot, como a arquitetura baseada em microsserviços, o painel de controle com interface gráfica web e a segurança fim a fim, facilitam o desenvolvimento de soluções IoT adequadas à realidade brasileira e contribuem para a construção de um ecossistema nessa área no país. A parceria com a WND é uma iniciativa importante nessa direção”, diz Alberto Paradisi, vice-presidente de Pesquisa e Desenvolvimento do CPqD.

“Nosso foco é proporcionar conectividade por meio dessa tecnologia, que alia baixo custo, baixo consumo de energia e escala global”, explica Alexandre Reis, COO do Grupo WND. Também acrescenta: “E a plataforma dojot pode ajudar a construir aplicações e dispositivos para essa rede”. Para ele, o acordo permitirá acelerar o desenvolvimento de soluções IoT para diversos setores da economia.

 

Fonte: www.cpqd.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *